Palestra Online “Saneamento ecológico integral” | 19 novembro

O Dia Mundial da Casa de Banho, também conhecido como o Dia Mundial da Sanita, celebra-se a 19 de novembro.

A data é oficialmente reconhecida pelas Nações Unidas desde 2013 e tem como objetivo alertar a população para o facto de mais de 2,4 mil milhões de pessoas não terem acesso a uma casa de banho limpa, segura e privada. Isto significa que 1 em cada 3 pessoas não dispõe de casa de banho que assegure boas condições de higiene e segurança. Longe de ser um dia divertido, este dia constitui-se como uma data séria, que tenta destacar a importância do saneamento básico para a saúde global.

Para assinalar a data, o CMIA de Vila do Conde, irá promover a palestra “Saneamento ecológico integral”, proferida pelas Professoras Cristina Rodrigues (ESA-IPVC) e Cristina Calheiros (CIIMAR). A palestra online terá início às 11h e irá decorrer através da plataforma “Zoom”.

A inscrição na palestra é gratuita mas obrigatória para ter acesso ao link da palestra. A inscrição deve ser feita no link https://forms.gle/JuntBtoNSmjuM1e88 .

Caso considere oportuno, solicitamos a sua colaboração na divulgação desta iniciativa a potenciais interessados.

Gostaríamos de contar com a sua presença.

Com os melhores cumprimentos,

A equipa CMIA

Plano 21|23 Escola+

MENSAGEM INICIAL

Com vista à recuperação das aprendizagens e procurando garantir que ninguém fica para trás, foi aprovado o Plano 21|23 Escola+, o qual apresenta um conjunto de medidas que se alicerçam nas políticas educativas com eficácia demonstrada ao nível do reforço da autonomia das escolas e das estratégias educativas diferenciadas dirigidas à promoção do sucesso escolar e, sobretudo, ao combate às desigualdades através da educação. (Ler mais)

https://escolamais.dge.mec.pt/

Uma Escola com os Olhos no Futuro | A Dimensão Pedagógica do PADDE

A Microsoft, em parceria com a MindsetPlus, no âmbito das ações de apoio às Escolas na implementação do Plano de Ação Desenvolvimento Digital (PADDE), lançou a iniciativa “Uma Escola com os Olhos no Futuro”, destinada às Direções dos CFAE, bem como aos Embaixadores e Equipas Digitais de todo o País. 

Esta iniciativa, que conta com a colaboração da DGE, pretende contribuir para o desenvolvimento profissional de todos os Professores envolvidos na Transição Digital da Educação, trazendo novos temas e perspetivas sobre este importante momento na vida das Escolas portuguesas.

No próximo dia 11 de novembro, a partir das 17H30 (TMG), com os convidados – Professor António Moreira (Universidade Aberta), Prof. Maria Eugénia de Jesus, Diretora do CFAE Ria Formosa, Prof. José Marques, coordenador da Equipa Digital do AE Pedro Jacques de Magalhães, Paulo Gafanha, da equipa da Educação da Microsoft Portugal e a moderação de Adelaide Franco da MindsetPlus –   abordar-se-á o tema da “Dimensão Pedagógica do PADDE”.

Registo Sessão – 11 novembro – 17h30*

Link da Sessão

*Para acesso à gravação e outros recursos de apoio.

Qual o contributo do digital para a transformação das práticas pedagógicas e de avaliação nas Escolas portuguesas? Podem as tecnologias digitais promover a inclusão e o sucesso educativo, a par do desenvolvimento das competências emocionais? 

Contamos consigo e com as suas questões para tornar este debate mais vivo e participativo.

Contactos para esclarecimentos e informações:

MindsetPlus – info@mindsetplus.pt  

Microsoft Educação Portugal – educacao@microsoft.com

Seminário Internacional / Curso de Formação – Holocausto: Memória, Educação e Cidadania

18, 19 e 20 de novembro de 2021

A DGE dinamizará, em coorganização com o Mémorial de la Shoah, o Seminário Internacional/Curso de Formação de 15 horas, intitulado Holocausto: Memória, Educação e Cidadania, com o registo de formação CCPFC/ACC  110606/21, nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2021, na Escola Secundária Carolina Michaëlis, na cidade do Porto. 

Este seminário/curso de formação conta com as parcerias da Associação de Professores de História e a Memoshoá, e tem como objetivos formar e sensibilizar para o ensino do Holocausto numa perspetiva transversal à Cidadania e aos Direitos Humanos. Igualmente procura fornecer aos professores instrumentos de trabalho prático para a sala de aula, propiciando meios de reflexão que permitam, através do ensino do passado, problematizar o presente. 

Para efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão na carreira docente (todos os grupos de recrutamento).

As inscrições decorrerão entre os dias 22 de outubro e 5 de novembro de 2021. A seleção dos formandos obedecerá aos seguintes critérios:

• Não ter frequentado uma edição anterior do curso de formação Holocausto: Memória, Educação e Cidadania;
• Ordem de inscrição.

Programa do curso de formação

Procedimentos de inscrição

Inscrição

https://www.dge.mec.pt/noticias/seminario-internacional-curso-de-formacao-holocausto-memoria-educacao-e-cidadania

CFAE-PVVC participa no 2.º Seminário Nacional do Projeto MAIA

O CFAE-PVVC esteve representado no Seminário Nacional do Projeto MAIA (https://www.dge.mec.pt/noticias/seminario-nacional-do-projeto-maia) nos dias 27, 28 e 29 de outubro, no Vimeiro, pelos professores João Lima (representante AFC), Arlete Gomes e Alexandra Carneiro (formadoras). Este segundo seminário teve como principal propósito “apresentar e discutir questões teóricas e práticas relacionadas com os domínios da avaliação pedagógica, do currículo e do seu desenvolvimento (ensino), da aprendizagem e da pedagogia em geral”, realizando, desta forma, o balanço de dois anos do projeto de formação junto dos Agrupamentos de Escola e Escolas não Agrupadas em todo o país.

A partir do Relatório publicado em dezembro 2020 (https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/ficheiros/relatorio_projeto_maia.pdf) e dos resultados da realização dos grupos de focagem durante setembro/outubro 2021 foram desenhados cenários de continuidade ao trabalho com os professore tendo em vista a melhoria das aprendizagens dos alunos.

Os grupos de fogagem reuniram diretores de CFAE, Diretores de AE/EnA, Representantes AFC, formadores e formandos que testemunharam sobre a oportunidade que o Projeto MAIA constitui para refletir sobre a avaliação para as aprendizagens, a construção do currículo e a integração de práticas de avaliação formativa.

Salienta-se que o Projeto MAIA pretende “descomplicar, ‘desgrelhar’ e desformatar o trabalho docente, tirando os professores da sua zona de conforto e envolvendo os alunos no seu próprio processo de aprendizagem”, tornando mais claro o processo de avaliação para todos os atores da comunidade educativa, incluindo os encarregados de educação. Às escolas pede-se que “comecem lentamente mas que comecem”, que “não queimem etapas na reflexão e construção de um referencial comum de avaliação”. O Projeto MAIA, com o apoio dos CFAE,  reforça a ideia que as escolas são uma comunidade com identidade, expressa no seu projeto educativo, cuja finalidade é cumprir o desígnio da inclusão e coesão social expresso na L.B.S.E.

Alexandra Carneiro, Arlete Gomes e João Lima

Curso de Suporte Básico de Vida com Desfibrilhação Automática Externa

Numa parceria entre o Ministério da Educação, Instituto Nacional de Emergência Médica e o CFAE-PVVC iniciou um Curso de Suporte Básico de Vida (SBV) e Desfibrilação Automática Externa (DAE) para os Docentes do Grupo de Recrutamento 620.

Esta é uma das 5 turmas da Região Norte, a decorrer no AE de Rates, que permitirá aos 20 docentes participantes de todas as Escolas e Agrupamentos Associados, ficarem certificados pelos INEM e também pelo CFAE-PVVC na modalidade de Ação de Curta Duração.

Este curso de dois dias permitirá adquirir competências que lhes permitirão realizar corretamente manobras de SBV com utilização de um Desfibrilhador Automático Externo (DAE), numa vítima em paragem cardiorrespiratória e demonstrar competências como formador de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa (SBV/DAE).

Chegou a hora de agilizar as competências pedagógicas digitais?

Image: Dirk Wouters / Pixabay.com

A competência pedagógica digital é a capacidade de planear, conduzir e aplicar de forma consistente o ensino assistido pela tecnologia digital. Não se trata de um conjunto fixo de atitudes, conhecimentos e competências – aprendemos isso rapidamente (talvez até a custo) no ano letivo anterior. Então, como podem os professores construir resiliência contra crises futuras? A especialista em educação digital Lidija Kralj partilha as suas opiniões.

Todos os professores estão mais ou menos familiarizados com a competência pedagógica digital. No entanto, é importante avaliá-la e revê-la continuamente, com base na teoria, na investigação atual e na experiência comprovada, dando sempre prioridade à aprendizagem dos alunos.

Abordagem ágil na educação

Manifesto Ágil fala sobre melhores formas de desenvolvimento de programas informáticos, que podemos aplicar à educação. As principais ideias da abordagem ágil são (traduzidas para um contexto educativo):

  • pessoas e interações sobre processos e ferramentas;
  • atividades/abordagem de trabalho relativamente a documentação abrangente;
  • colaboração com os alunos sobre os resultados da aprendizagem;
  • responder à mudança seguindo um plano.

Aplicar uma abordagem semelhante ao desenvolvimento da competência pedagógica digital dos professores significa que os professores precisam de adquirir competência digital, experimentá-la nas suas salas de aula, refletir sobre a atividade, discuti-la com os alunos, decidir como melhorar e utilizá-la novamente. Tal como a metodologia ágil sugere: fazer, obter feedback, melhorar, repetir.

A recente proposta da Comissão Europeia de uma Recomendação do Conselho sobre a aprendizagem mista apoia ainda mais o desenvolvimento de competências digitais dos professores como uma via para a recuperação e preparação dos sistemas educativos. Recomenda cursos de qualificação, módulos pedagógicos e recursos com base na experiência e feedback dos professores. Também incentiva a participação dos professores em projetos exploratórios e a utilização da tecnologia digital para apoiar a aprendizagem em diferentes contextos. Em todas estas medidas, a abordagem ágil revelar-se-á útil.

Professores digitalmente competentes (e resilientes)

A construção de resiliência contra crises futuras também significa que os professores não devem limitar-se a uma mentalidade de alternativas. Como o mundo não é apenas preto ou branco, o ensino não deve ser apenas presencial ou à distância – há muitos níveis intermédios. A aprendizagem mista, conforme descrito na proposta de recomendação do Conselho sobre a aprendizagem mista, acontece quando uma escola, educador ou aluno adota mais de uma abordagem ao processo de aprendizagem, combinando diferentes ferramentas de aprendizagem e contextos de aprendizagem.

A competência digital pedagógica para a aprendizagem mista inclui:

  • saber exprimir-se de formas digitais;
  • definir as nossas expetativas de maneira clara e compreensível e garantir que os alunos as tenham visto;
  • utilizar ferramentas de comunicação eletrónica e repetir mensagens diversas vezes em diferentes canais de comunicação;
  • partilhar recursos de aprendizagem em diferentes formas para torná-los acessíveis a todos os alunos;
  • conhecer as diferentes funcionalidades que os recursos digitais possuem para capacitar os alunos e ajudar os alunos desfavorecidos;
  • incentivar os alunos a utilizar com eficácia todas as formas de comunicação a fim de partilhar as suas ideias e opiniões.

As competências pedagógicas digitais ágeis podem ser desenvolvidas por meio de intercâmbios de pessoal e de aprendizagem entre pares, redes, projetos de colaboração e comunidades de prática ou tirando partido de inovações bem-sucedidas introduzidas ou testadas durante a pandemia, conforme sugerido pela proposta de recomendação do Conselho sobre a aprendizagem mista.

Como o ano letivo anterior nos mostrou, as competências pedagógicas digitais não são um conjunto fixo – precisamos de aprendê-las rapidamente e de aplicá-las com celeridade ainda maior. Mas continuamos a ter de refletir de forma consciente e intencional sobre a competência e experiência adquirida, desenvolvendo a capacidade de explicar por que razão alguma coisa funciona ou não funciona num determinado contexto educativo. Isto também significa que as competências digitais dos professores devem evoluir significativamente – porque chegou claramente a hora de agilizar as competências digitais pedagógicas.

Se pretender ler mais sobre a abordagem ágil na educação, pode começar pelas publicações indicadas na página Web do Agile Research Consortium for Schools (Consórcio de Investigação Ágil para Escolas).


Lidija Kralj

Lidija Kralj é analista superior na European Schoolnet, além de gestora de aprendizagem digital e de projetos, bem como professora de matemática e ciências informáticas, com 30 anos de experiência. É igualmente especialista em grupos de trabalho da Comissão Europeia sobre IA na educação, educação digital e Internet mais segura, bem como do grupo de trabalho da UNESCO sobre IA na educação.

Os MOOC na Formação Contínua de Professores: Questões, Desafios e Respostas – evento online do CCPFC

Irá ter lugar no dia 27 de outubro o evento online intitulado “Os MOOC na Formação Contínua de Professores: Questões, Desafios e Respostas”, organizado pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (CCPFC) e contando com a colaboração de várias entidades parceiras.

Programa do evento

Durante um dia pretende-se:  

– Estimular a reflexão e a discussão aberta em torno de novos formatos formativos no contexto da formação contínua de professores, explorando o conceito de Massive Open Online Courses (MOOC) como resposta em grande escala às necessidades atuais na área do desenvolvimento profissional docente,

– Partilhar experiências formativas em formato massivo no contexto da formação contínua de professores, realizadas nacional e internacionalmente,

– Apresentar o estudo-piloto que se procura estabelecer para análise da viabilidade dos MOOC como novo formato de ação de formação contínua de professores, analisando-se riscos e vantagens na acreditação e creditação desta modalidade formativa.

Destinatários: Entidades envolvidas na formação contínua de professores, Formadores de Professores, Professores, Investigadores na área da Educação.

As inscrições neste evento são gratuitas, mas é requerido um registo em: https://dge-me-pt.zoom.us/webinar/register/WN_NsTB5EWwQkifS8pO364czw

A Dimensão Tecnológica e Digital do PADDE

No início de mais um ano letivo a Microsoft Portugal, lança a iniciativa “Uma Escola com os Olhos no Futuro”, um conjunto de sessões de apoio às Escolas para a implementação com sucesso dos seus Planos de Ação de Desenvolvimento Digital (PADDE) e especialmente dirigidas aos Embaixadores e Equipas Digitais de todos os Agrupamentos de Escolas do País.

No seguimento da Sessão “Literacia e Cultura Digital para todos” a 30 de Setembro, vamos dar início ao debate sobre cada uma das três dimensões incluídas no PADDE.

No próximo dia 21 começaremos com a dimensão Tecnológica e Digital debatendo os seus principais desafios e procurando as melhores soluções que, no âmbito da ação das Escolas, possam ser utilizadas.

Embora a solução de algumas das dificuldade neste domínio – Infraestruturas, equipamento, acesso à Internet entre outras – ter um horizonte temporal não determinado pelas Escolas, esta pode ser a oportunidade para antecipar e preparar cenários de gestão de infraestrutura e de sistemas que garantam a segurança e o seu bom funcionamento no futuro.

Com os nossos oradores convidados – especialistas e elementos das Equipas Digitais das Escolas – contamos consigo e com as suas questões para tornar este debate mais vivo e participativo.

A Microsoft está empenhada em criar uma experiência inclusiva e acessível para todos os participantes do evento digital.
Se necessitar de assistência por motivo de incapacidade, tais como deficiência visual ou auditiva, dificuldade de aprendizagem ou outras incapacidades, por favor contacte o proprietário do evento (com o email AccessibilityPT@microsoft.com embutido) que lhe irá responder no prazo de cinco dias úteis para se adaptar às suas necessidades.
Esta reunião pode ser gravada para efeitos de conformidade.

Agenda:

  • A Dimensão Tecnológica e Digital do PADDE
  • Desafios e oportunidade do presente e do futuro
    • Otimização e sustentabilidade operacional
    • Segurança e Privacidade
    • Gestão das Infraestruturas
    • Automatização de Processos
    • Plataformas Digitais inteligentes

Nota: o Microsoft Teams oferece uma experiência interativa avançada que funciona melhor na aplicação Teams. Recomendamos que faça download da aplicação se não a tiver, uma vez que nem todos os browsers são suportados. Ao participar neste evento, o seu nome, e-mail e/ou número de telefone podem ser visualizados por outros participantes da sessão da lista de participantes. Ao participar neste evento, está a concordar com esta experiência.

Create your website with WordPress.com
Iniciar